Para receber os causos por email

sábado, 2 de março de 2013

FILME DE TERROR



Os dois combinaram de ver um filme de terror! Atividade Paranormal! O primeiro! Eles já tinham costume de fazer isso. Porém quando eram adolescentes. Não agora como adultos. Cada um havia seguido a sua vida, mas costumavam se encontrar vez em vez para fazer coisas dos velhos tempos. Neste dia seria o filme de terror.
O problema é que os dois sempre foram medrosos. Tinham medo de tudo. Se alguma coisa se mexesse, uma porta, por exemplo, com o vento, eles se levantavam e desligavam o filme. Então resolveram convidar a esposa do dono da casa, para lhes fazer companhia. Ela, com certeza, não teria tanto medo! Achava aquilo tudo uma bobagem e resolveu acompanhá-los!
Pensaram numa preparação antecipada! Algo que os acalmasse e lhes trouxesse conforto! Talvez uma conversa descontraída ou um filme de comédia antes! Isso aliviaria o possível estresse do filme! Mas não! O amigo solteiro bateu o pé! Naquele dia não! Afinal não eram mais crianças! Precisavam aprender a lidar com o medo!
Assim prepararam uma pipoca, apagaram as luzes e aumentaram o som da televisão quase ao máximo! Queriam sentir o horror na pele!
Acharam o inicio bem bobo! Muito simples e tranqüilo! Mais parecia um reality show de segunda categoria!
Mas aos poucos o filme ia tomando outras dimensões. Ficara mais aterrador a cada minuto! Não tinha demônios ou algo que lembrasse isso! Pelo contrário, o casal era importunado por algo invisível, que não aparecia na tela. Alguma força ou entidade oculta. Isso foi deixando a história assustadora. Na sala, prevalecia o silencio, rompido apenas pelos intermináveis barulhos da televisão! Até a esposa do dono da casa foi ficando apreensiva! Totalmente concentrada no tema!
Ao fim, não quiseram se despedir! Ficaram pasmos com a história e preferiam não dizer uma palavra! O amigo solteiro, que morava perto, foi embora a pé, atravessando ruas escuras e vazias. Já o casal, que morava na casa, resolveu dormir, sem dizer sequer uma palavra sobre o filme!
Em meio à madrugada, o marido começou a ter um pesadelo atrás do outro! Todos relacionados ao filme! Acordou diversas vezes! Mas não tinha certeza se estava dormindo ou acordado! Em um dos pesadelos, acordou com barulhos vindos do apartamento de cima! Parecia uma mulher que acabara de chegar em casa e que calçava um sapato de salto alto! Seus passos eram lentos e aterradores! Ele olhou para a esposa dormindo, meio acordado, meio sonolento, e fez um sinal da cruz em sua testa! A esposa acordou desesperada e começaram a discutir!
Na casa do outro amigo, a história não era diferente! Fora dormir em seu quarto, mas o breu da casa o deixava nervoso! Na sala, havia uma carranca, que o fazia tremer de medo! Como ainda morava com a mãe, achou que talvez a companhia e o amor maternos poderiam ajudá-lo neste momento difícil! Assim dormiu com a mãe! Mas não adiantou! Acordou cedo, todo suado e com soluços!
Enquanto isso, o casal permanecia acordado! Passaram a noite em claro! Olhando para a porta da varanda, imaginaram mil atrocidades possíveis! No dia seguinte estavam um caco! Foi difícil até mesmo levantar-se da cama! O dia seguinte foi difícil para todos! E tanto o casal, quanto o amigo, preferiram não se ver naquele dia! Talvez o encontro deles propiciasse lembranças que não gostariam de voltar a ter!
A partir daí, os filmes de terror acabaram! E os encontros dos amigos passaram a ser em climas mais festivos e alegres! Foi melhor assim!

Por: Marcelo Mariano

3 comentários:

  1. ótimo!
    Se esta história fosse verídica, tenho certeza de que os personagens seriam moradores próximos à minha casa...

    ResponderExcluir
  2. Os homens dessa estória são frouxos, vejam só, ficarem com medo e complexados por causa de um filminho de quinta categoria.

    ResponderExcluir