Para receber os causos por email

segunda-feira, 8 de julho de 2013

DE CAMA COM... SAUDADE!



- Ai, ai, ai...

- O que a senhora está sentindo? – perguntou o médico.

- Saudade...

- Hã?! O que?! Mas o que foi que a senhora disse?

- Saudade do meu filho!

- Ele morreu?

- Não, que isso, doutor!

- Mas eu achei que a senhora estava sentindo algum desconforto físico, alguma dor...

- Aquele ingrato!

- Quem é ingrato?

- O meu filho!

- Mas por quê? Ele não te liga? Não te visita?

- Todos os dias!

- Então porque a senhora diz que ele é ingrato? Por acaso, ele mora longe?

- Não, doutor! Mora bem naquele prédio ali!

- A senhora tem outros filhos?

- Não, só um mesmo! Só um já é o bastante, né doutor!

- Então porque a senhora o chama de ingrato se a senhora mesma disse que ele te visita ou te liga todos os dias?

- E o pai dele ainda apóia! O senhor acredita nisso?

- Apóia o que?

- Essas visitas todas!

- Hã?! Mas e isso lá é errado? Um pai apoiar que o filho visite a mãe?

- Pro senhor ver o que a gente passa!

- Mas do que é que a senhora está falando?

- Ingrato...

- INGRATO?! O SEU FILHO?! Ingrato por cuidar bem da senhora? Por querer o seu bem?

- E me levar ao médico sempre que preciso!

- E isso lá é ingratidão, minha senhora?! Eu não estou entendendo qual é o seu problema! Por acaso, ele te faz algum mal? Agride? Insulta a senhora?

- Não! Que é isso, doutor? Está bem lá agora com a esposa dele!

- Ah, agora entendi! Tudo isso é ciúmes! A senhora está com ciúmes por que o seu filho saiu de casa, casou-se e foi morar em outra casa, com a esposa! Ciúmes por ele preferir viver com a esposa e não mais com a mãe!

- De forma alguma, doutor! Como pode pensar uma coisa dessas? Desejo a eles toda a felicidade do mundo!

- Pois, então...

- Acho até que eles vão ter filhos!

- Mas que noticia boa! Quer dizer então que a senhora vai ser vovó?

- Noticia muito boa!

- Mas isso deveria ser motivo de alegria para a senhora e não de tristeza!

- (...)

- Enfim, se a senhora está com saudades, porque não pega o telefone e liga pra ele?

- Agora?

- É! Agora!

- Precisa não, doutor, ele estava aqui agorinha mesmo, logo antes de o senhor chegar!

- Então, porque a senhora está com tanta saudade?

- Ele foi morar em outra cidade!

- Ah, ele se mudou! É isso, então? Já não mora mais aqui! Pertinho da senhora! Mudou-se para outra cidade!

- Tem cinco anos...

- Tem cinco anos que ele se mudou daqui pra outra cidade?

- Não, doutor! Tem cinco anos que ele voltou! Ele MOROU em outra cidade! Agora mora ali! Já falei pro senhor!

- MEU DEUS DO CÉU! MAS DO QUE ENTÃO A SENHORA ESTÁ RECLAMANDO TANTO?

- Ingrato...

- COMO INGRATO, MINHA SENHORA?! COMO INGRATO?! FOI A SENHORA MESMA QUEM DISSE QUE ELE TE VISITA OU TE LIGA TODOS OS DIAS, TE LEVA AO MÉDICO, MORA PERTO, CUIDA MUITO BEM DA SENHORA, VOCÊ GOSTA DA ESPOSA DELE, PENSAM EM TER FILHOS... COMO RAIOS ELE PODE SER TÃO INGRATO ASSIM?!

- (...)

- Vamos manter a calma nessa hora (respira fundo)! Veja bem, minha senhora! Se a senhora está com tanta saudade assim, me empresta o telefone, que eu mesmo vou ligar pra ele...

- Não, doutor, não precisa! Ele esteve aqui agora mesmo, eu já lhe disse...

- Olha, minha senhora, então eu não tenho como ajudá-la! Eu vou embora! Peça ao seu marido pra me ligar se alguma coisa acontecer com a senhora! Não posso ficar aqui tratando de saudade e deixar outros pacientes de lado, não é mesmo? Bem, aqui está o meu cartão! Qualquer coisa que acontecer com a senhora DE VERDADE, pode me ligar, está bem? Adeus, minha senhora! Desejo melhoras e passar bem! – foi embora.



- CLEIDEEE... CLEIDEEE...

- Oi, patroa, o que foi? Aconteceu alguma coisa? O doutor falou alguma coisa? A senhora está bem?

- Ingrato...

- Quem, patroa?

- Esse médico!



Por: Marcelo Mariano

Um comentário:

  1. ADOREI ESSE TEXTO FOFU! MUITO BOM MESMO! ALÉM DE SER COMÉDIA DI VERDADE VERDADEIRA! RSSS...

    ResponderExcluir