Para receber os causos por email

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

INCONVENIENTE CARÊNCIA



- Meu amigo, sinto muito pela perda!
- Pois é! Foi assim, de repente!
- O que aconteceu?
- Estava bem, fazendo tudo que o médico mandou, e de repente PUM!!! Acabou!!! De uma hora pra outra, morreu!!! Muito triste!
- Situação difícil, hein?
- Com certeza, né, principalmente porque ninguém espera.
- Sei como é!
- Sabe?
- Não tenho palavras para dizer nada!
- Mas sabe como?
- Tive uns probleminhas aí! Com a minha filha, sabe?
- Sua filha morreu?!
- Não, não! Mas, sabe como é, são situações assim que a gente é posto à prova, né? Não sabe o que fazer, fica no escuro, distante, sem chão, sem saída!
- Mas o que aconteceu?
- Foi nessa semana, cara, na última, sabe?
- Sei.
- Você conhece a Camila, né? Nossa filha mais nova!
- Sim, claro.
- Pois é, ela teve corrimento, cara!!! Primeira vez!!!
- O que?! Que foi que você disse?!
- Pois é, chocante, né? Pra nós também! Estava no banheiro, a minha esposa nunca explicou pra ela como é isso, e a minha filha gritou... lá do banheiro! Minha esposa, você conhece bem, ficou muito nervosa, com medo do acontecido, e foi lá socorrer! Chegando lá, era isso! Cara, fiquei desesperado!
- Mas do que é que você está falando?!
- Tô falando disso, cara! Tem horas que você simplesmente não sabe o que fazer! Situações assim que... que a gente fica sem chão, desprotegido, perdido, carente!
- Mas, meu amigo...
- É, eu sei, não precisa nem dizer! Coitada! É difícil, eu sei, mas a minha filha já está superando! Deus está me iluminando e eu sei bem o que fazer!
- (...)
- Fui procurar ajuda, visitei médico e tudo mais! Acabei descobrindo um curandeiro aí que, ó, faz milagres, viu? Mas é aí que vem a outra notícia!
- Que notícia, meu caro?! Do que é que você está falando?!
- Tenho HEMORROIDA!!! Foda, né? E nem manifestou! Quando fui visitar o curandeiro, ele falou: “Olha, não é só a sua filha que tem problemas, não, viu? O senhor está bem encaminhado para uma hemorroida pesada”. Difícil, viu? Mas pro lado da minha filha tá ótimo! Já vem curando ela! O negócio é ficar unido nessas horas, cara! Família, cara! Família! Sabe como é, dividir os problemas! E o curandeiro também! Ele te ajuda, orienta! Dá forças pra quem precisa!
- Hum... é, né? E está funcionando?
- Está sim! Ele é bem atencioso! Você deveria procura-lo? Sabe como é, pra ajudar nessas horas difíceis, né?
- Hã... tá, tá... OK! Vou ver.
- Está aqui o cartão dele! É só ligar! Ele ajuda quem precisa!
- Tá bom! Tá bom!
- Pois é, cara, vou nessa! Vim só te dar um abraço! Meus sentimentos! Não posso deixar minha esposa sozinha numa hora dessas, né? Tá aflita em casa, coitada! E a minha filha? Super nervosa! Tinha uma festinha pra ir, num sitio e tudo mais! Não vai dar! Está decepcionada! Já viu, né? Está com raiva de tudo! Tem até um namoradinho lá que ela não quer ver nunca mais! Mas, enfim, é isso, não vou te ocupar mais! Tem mais gente querendo falar com você! Fica com Deus, cara! Ó, e força, hein? Muita força nessa hora! Sabemos como é isso!
- Ah, tá bom! Tudo bem! E vai com Deus também! Obrigado pela visita!
- Tamo junto! Ainda mais nessas horas!
- Ah, olha, lembrança pra esposa e filha! Melhoras também!
- Valeu! Não esquece de ligar pro curandeiro!

Marcelo Horta Mariano

Nenhum comentário:

Postar um comentário